Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘JUAZEIRO BAHIA’

Outro Mundo ougro Mambo

Morais: Música/ Galvão: Letra

A Barra está clareando/Na velocidade da fuga/Nós vamos conhecer/Outro mundo, outro mambo/Na velocidade da fuga/Na velocidade da fuga…/Na velocidade da fuga…/O para-brisas/Barra limpa amor/Nós vamos conhecer/ Outro mundo/Outro mambo…/Na velocidade da fuga/Na velocidade da fuga…/Na velocidade da fuga…/As estrelas, céu e terra estão mais perto/Toda joia de Ipanema/Não é cinema, amor/É outro mundo, outro mambo/Outro mundo/Só mais alguns segundos/Juntos da ansiedade/Morre o medo no salto/No salto sobre o asfalto/No ar, no ar salto/No ar/No ar falto/Na velocidade da fuga…

A HISTORINHA

O tema já estava em mim desde lá de Juazeiro quando na minha juventude comecei a receber influência da esquerda armada com a guerrilha de Che Guevara. Ali na minha terra,  me reuni com dois outros jovens Marcos e Aloísio quando planejamos sequestrar um avião para irmos para a guerrilha do Araguaia, e só não efetuamos a besteira porque recebi uma luz na consciência e lembrei que não sabíamos onde era o referido local e poderíamos ser conduzido para outro lugar e sermos presos.  Já em São Paulo empolgado com as peripécias de Carlos Marighela, escrevia a letra Outro Mundo que é bem cinematográfica e vão aparecendo as imagens como se na tela, assim em apologia a um assalto a banco, com os revolucionários vendo na fuga outro mundo, outro mambo perdendo o  medo no asfalto no ar salto com as joias de Ipanema em ouro e prata em carne e osso.  Moraes, no ato, colocou a música .Faz parte  da trilha do filme Meteorango  Kid– o Herói Intergaláctico /1969)  filme de Andre Luis de Oliveira uma joia do cinema Baiano

 


Read Full Post »

NOVOS BAIANOS -CAMINHO DE PEDRO

Música: Moraes/ Letra: Galvão

Eclipse luz/Tocam-se/Se tocam-se/Em dois no firmamento/Porque dois é um/É um é um é número…/Oiê/Dois é uns olhos/Ouvidos braços e pernas/Do mundo/Do mundo de Pedro/  “Pedro” Do mundo de pedra/No caminho de Pedro/ XE “Pedro” Onde pedras no caminho/Ô no caminho de Pedro/  “Pedro” Por onde andando nado e ando…/Eu ando sobre pedras/Eu ando sobre as águas/No caminho de Pedro/  “Pedro” Onde pedras no caminho/Ô no caminho de Pedro/  “Pedro” Por onde andando nado e ando…/Eu ando sobre pedras/eu ando sobre as águas/No caminho de Pedro/  “Pedro” Por onde andando nado e ando…/Eu ando sobre pedras/Eu ando sobre as águas/No caminho de Pedro/ “Pedro” o caminho onde pedras no caminho/no caminho/É no caminho de Pedro/ XE “Pedro” No caminho/ É no caminho de pedra/No caminho/É no caminho de Pedro XE “Pedro” no caminho onde pedras no caminho/No caminho/É no mundo de pedra/Eu ando sobre pedras…/No caminho…

A HISTORINHA
Ali eu já pensava no um reunido o dois e etc. A luz usando eclipse e a sombra.
Pedro é o poeta Pedro Raimundo que amava a beira do rio São Francisco em Juazeiro, e que como qualquer um encontra pedras no caminho, mas poeta usa as coisas a seu favor, inclusive as pedras. Pedro sobre as pedras e eu sobre as águaA,.. Pedro não tomava banho no rio, mas eu nadava indo até a Ilha do Fogo que fica no meio entre Juazeiro e Petrolina. Ali nós mandávamos tudo as favas… e pedras no caminho, nós atropelávamos o que cruzasse…

Read Full Post »